A exposição Impulso e Matéria do Pintor Jaime Silva realiza-se no âmbito das comemorações dos vinte anos do Tribunal da Relação de Guimarães e resulta de uma parceria entre esta instituição e a Câmara Municipal.

Reunindo obras de pintura e desenho da colecção da Câmara Municipal de Guimarães, assim como do acervo do artista, abrange algumas das fases mais significativas da sua actividade.

Com início no átrio do piso térreo e continuando em várias dependências do primeiro piso da casa nobre seiscentista Casa dos Coutos, onde se encontra instalado o Tribunal da Relação, a exposição desenvolve-se por espaços habitualmente inacessíveis ao público, convidando a uma experiência integrada da arquitectura, e das obras aí instaladas.

Esta exposição propõe uma aproximação ao valor estrutural do trabalho deste artista que, alicerçado nos princípios do desenho e da práctica reflexiva, é movido por um impulso vital, que atravessa tanto as pinturas de grande escala, como os pequenos desenhos e apontamentos.

 

Pode ser visitada de segunda a sexta das  9h - 12:30h e 13:30h - 16h. Encerrado aos fins-de-semana e feriados.

 

Jaime Silva (Peso da Régua, 1947) é licenciado em Pintura pela ESBAP (1973). Fundador do Grupo Puzzle (1975), foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian, em Paris (1977-1978). Professor de Pintura no ARCO (1983-1987) é, desde 1987, responsável pelo Curso de Pintura da S.N.B.A. em Lisboa, onde é Vice-Presidente da Direcção. Expõe regularmente desde 1976, individual e colectivamente, em Portugal e no estrangeiro. Está representado em diversas colecções publicas e privadas entre as quais o Centro de Arte Moderna-Fundação Calouste Gulbenkian, Fundação de Serralves, Câmara Municipal de Guimarães e Banco LusoEspanhol, em Madrid.

 

 

Acesso rápido